31.3.14

28.3.14

Eu só queria ser uma pessoa normal...

...e ter umas sapatilhas normaizinhas e confortáveis, daqueles que vão bem com tudo muita coisa e que dão jeito em todo o lado.




Imagem exemplificativa. É óbvio que não estou a pedir nada a ninguém, que eu nem faço anos daqui a uns dias nem nada...

27.3.14

25.3.14

No meio de tanto azar...

...vejo que afinal (ainda) tenho (muita) sorte!
Qual é a probabilidade de todas as plantas estarem guardadas no computador ao contrário e eu colocá-las no trabalho da maneira certa? Deve ser um num milhão, portanto vou tentar não repetir a proeza :D

O melhor do meu dia #104

Ah e tal, que a Primavera é linda, as plantas florescem e então quando os passarinhos começam a cantar, ui... Só que não! Quando os passarinhos começam a cantar eu devia estar a dormir e não estou.

24.3.14

Lógicas da batata

Alguém me sabe explicar porque é que tenho de marcar um código (supostamente) secreto para carregar o cartão da faculdade mas para gastar o dinheiro que lá está basta-me passá-lo por um maquineta sem que sequer confirmem que o cartão é meu?

O melhor do meu dia #103

O meu dia é infinito!
Podia ver o copo meio vazio e dizer que são 4h30 da manhã e eu ainda estou a trabalhar, mas hoje decidi vê-lo meio cheio...

23.3.14

O melhor do meu dia #102

Tempo para trabalhar e para descansar. Talvez não nas proporções certas, mas não interessa agora!

22.3.14

My super sweet instagram #11

Ah, pensavam que tinha desistido de tal crónica (não sei se é tecnicamente uma crónica, mas fica sempre bem!)? Não, não, andei só um bocado preguiçosa!

Como tal vai aqui um especial "comidas de babar (ou talvez não)", só para começar bem o dia (ou com um bocado mais de fome).










Bom diaaaaa :D


O melhor do meu dia #101

13 miiiiiiiil :D (gosto de números redondinhos!)
Para alguns são "trocos", para mim - que achava que ia ter umas três visitas por mês - é muito bom! Será que chegamos aos catorze antes do aniversário do blog (e do meu!)? Hmmm, sonhar não custa!

20.3.14

O melhor do meu dia #99

(ainda) Não ter atirado o computador janela fora. Alguém me explica como é que ponho 24 carros num sítio onde só cabem 18? Ninguém? QUE NERVOOOOOS

19.3.14

Eu raramente* vou ao ginásio...

...mas quando vou é para fazer duas aulas seguidas!

*vá, já foi mais raramente

O melhor do meu dia #98

O sol pela manhã. A porta do meu prédio iluminada, a única da rua, com aquele sol mesmo bom, mesmo quente. Parar 5 minutos a aproveitar, antes de me fechar num auditório o dia (quase) todo.

18.3.14

OH-MEU-DEUS-DONDE-É-QUE-ISTO-VEIO?!

Só hoje ouvi a música que vai representar Portugal no Festival da Canção (sim, ando sempre um passo atrás) e, e, e... O QUE É ISTO? Porque é que não mandam o Quim Barreiros ou a Rosinha sempre é mais... típico?
Depois disto nunca mais critiquem a ida dos Homens da Luta, por favor!

O melhor do meu dia #97

O resultado. 
O tão aguardado resultado :)

17.3.14

Tanananaaaaaaaaan

*rufam os tambores*

Alguém quer adivinhar para onde vou de Erasmus ou conto já? :b

Movimenta


Porque a minha vida não são só saídas (às vezes parece, eu sei) acabei de decidir que pela primeira vez desde que aqui estudo (shame on me) vou comprar o bilhete geral para as conferências.
Agora quero tudo a fazer figas para eu não adormecer lá (que auditórios escuros às 9h30 não são boas combinações para mim)!

O melhor do meu dia #96

Passar o dia de pijama, há quanto tempoooooo! Tivesse sido deitada a ver séries e era perfeito :)

15.3.14

Quem vai à guerra...

Estranhos chegam à minha casa e acomodam-se na cozinha à espera dos seus amigos (aka meus colegas de casa, quase tão estranhos como os estranhos que batem à porta). Pessoas com falta de alguma coisa, que eu não sei se será respeito ou educação ou um bocado das duas, põe música tão alta que eu consigo ouvir a 50 metros do prédio (e não, não vivo no rés-do-chão sequer) e filmes de acção a altos berros de madrugada (segundo testemunhas, menos mal).
E eu? Quanto aos estranhos fecho-me no quarto, às vezes que até a dormir e estimo bem é que se f**** não me chateiem. Quanto à música é pôr a minha tão alta até não conseguir ouvir a outra. Como sempre ouvi dizer "quem vai à guerra dá e leva".

13.3.14

Aiiiii*

*que acho que é amanhã que sei para onde vou!

Participar no programa Erasmus é um sonho tão antigo como estudar Arquitectura, sonho esse que tenho já desde os meus 6 anos. Sendo, neste momento, estudante do 3º ano, o sonho transformou-se numa verdadeira ambição que gostaria de ver concretizada. O interesse aumentou com o contacto directo com pessoas que já participaram no programa, mas também pela pesquisa de relatos para um conhecimento mais amplo. São muito raras as coisas más que ouço e as boas compensam. Pessoalmente, viver uma nova experiência num país desconhecido, com outra língua, cultura e hábitos é algo que me alicia. Em termos profissionais, acredito que esta é uma chance que me pode abrir portas no futuro enriquecendo o meu currículo, facto que é importante ter sempre em conta, mas principalmente nos dias de hoje pela conjuntura desfavorável que se faz sentir. A escolha dos destinos recaíram sobre as informações recolhidas através de pesquisas sobre as universidades, o país e também os relatos pessoais, como atrás mencionado. Todas as universidades me pareceram bem preparadas para receber alunos estrangeiros, predispondo-se directamente ou através de organizações paralelas a ajudar em questões como a facilitação na adaptação ao ensino e língua, a procura de alojamento, o conhecimento das instalações e cidades, entre outras. Além disso, as cidades pareceram-me acolhedoras e seguras mas também - e não menos importante - culturalmente ricas. Juntando tudo isto à vontade de aprender e crescer pessoal e profissionalmente, Eslovénia, Eslováquia e Polónia são, para mim, as hipóteses mais desafiantes e interessantes.

Texto de motivação
Sou boa a engraxar? x)

O melhor do meu dia #93

Já não me lembrava da última vez que tinha estado numa esplanada. Hoje soube tão, tão bem!

12.3.14

11.3.14

Então e o Zumba como foi?*

*perguntam vocês

Hmmm (torcer o nariz e encolher os ombros)... Já experimentei coisas melhores!
Não digo nunca mais, mas todas as semanas é que não me apanham lá. Aquilo é roda, é salta, é anda-para-a-direita-ai-que-afinal-já-vamos-para-a-esquerda, é abana o rabo, é roda a cintura... Sou eu a sentir-me um elefante numa loja de porcelanas durante 60 minutos, resumidamente. Assim como assim sempre preferi a localizada (mesmo tendo demorado 6 dias até deixar de sentir dores!).

O melhor do meu dia #91

Uma corrida a aproveitar o resto do sol e (finalmente) a inscrição no ginásio.

10.3.14

A história da minha vida*

*ou quase


Se o primeiro teaser deu-me para rir, este deixou-me com uma lágrima no canto do olho.
De tudo o que este vídeo há poucas coisas pelas quais ainda não passei aqui (mãe, pai, estou a falar dos shots, óbvio!). Cada imagem fez-me lembrar algo... E começa a custar pensar que ainda ontem cá cheguei e metade do curso já passou!
Embora, para mim, a minha casa seja aquela onde eu passo os fins-de-semana e as férias, o meu coração está cada vez mais aqui (e em tantos outros sítios que esta cidade me "deu"). Se me aparecesse o génio da lâmpada a conceder-me um desejo, eu só pedia para poder estar em vários sítios e fazer várias coisas ao mesmo tempo!

9.3.14

O melhor do meu dia (de ontem) #90

O jantar: mulheres sentadas e homens em pé (que não havia lugar para toda a gente - ou que ontem parecia mal), comida boa (e a primeira cerveja depois da doença, que veio confirmar o meu bom estado!), flores... Por mim podem fazer mais destes!
Já agora, feliz Dia da Mulher (não há desculpas sobre atrasos que isto ainda é de ontem :b).

8.3.14

Quero ir correeeeeeeeeeeeeeer!

Ninguém quer vir fazer projecto por mim? Não?
Obrigadinha na mesma!

O melhor do meu dia (de ontem) #89

Voltar a casa, decidido umas horas antes de fazer a viagem.
Ia-me saber bem o sol das esplanadas da Covilhã, mas não podia perder este último fim-de-semana de Carnaval (e não, não estou farta, escusam de perguntar!).

7.3.14

Então acabaste de aparecer e já desapareceste?

Não, não.
Só que ontem - que por acaso era o dia em que ia, finalmente, voltar ao ginásio - tive de trabalhar a noite toda (quase vá, dormi 1h30) e ainda como bónus um início de virose.
Por isso não, não desapareci, mas quase!

6.3.14

O melhor do meu dia #88

Voltar a escrever no blog, já tinha saudades (mais vossas e das vossas visitas e comentários do que escrever propriamente :b)!

5.3.14

Então e o que é feito de ti?*

*perguntam vocês!

Em primeiro, sobrevivi a mais um Carnaval (já parecia que não, eu sei)! Em segundo, a verdade é que estive tão, mas tão preguiçosa que não me apeteceu vir aqui escrever (pronto, está confessado). Saí muito, caminhei muito (looooong story, talvez mais logo), bebi muito e usei as roupas mais lindas de sempre (talvez as mostre, talvez). Ah, e também tirei fotos com o Canuco Zumby (quem me segue no Instagram já sabe que o vi, quem não segue devia :b).